Japoneses comemoram os divórcios com festa

Festa para celebrar o divórcio ganha popularidade no Japão

Cerimônia é realizada para terminar as relações de forma amigável. A procura aumentou depois do terremoto em março.

Roberto Kovalick

Japão

Tudo é feito como se fosse um casamento, ou quase isso. O casal entra sob o aplauso dos convidados. E começam as diferenças: no lugar do padre ou juiz, um planejador de divórcios, como ele se denomina. Um dos principais momentos desta cerimônia também é o das alianças, mas ela é esmagada com um martelo.

Para simbolizar o fim da união, o ex-marido quebrou o anel com uma martelada. Depois dos desastres, esse tipo de cerimônia ficou mais comum no país, segundo Hiroki Terai, produtor de eventos (Foto: Reuters)Para simbolizar o fim da união, o ex-marido quebrou a aliança com uma martelada. Depois dos desastres, esse tipo de cerimônia ficou mais comum no país, segundo Hiroki Terai, produtor de eventos (Foto: Reuters)

O novo solteiro, Tomoharu Saito, conta que estava nervoso: “Achei que não conseguiria quebrar a aliança”, afirma, provavelmente se referindo tanto à peça de metal quanto ao relacionamento.

Depois, a aliança é jogada na boca de um sapo. Essa parte é engraçada, mas tem um significado: o sapo, para os japoneses, significa mudança, ou seja, marca o início de uma nova vida. Tem também o momento do buquê, que é jogado pelo noivo, bem ao contrario do casamento.

Assim como no caso das noivas, as candidatas ao divórcio também escolhem roupas especiais. O estilista Akiue Go explica que o modelo é aberto na parte de trás, para que as costas apareçam e a mulher fique mais bonita na hora que se virar e for embora.

A nova solteira, Miki Saito, disse que tomou a decisão depois do terremoto que aconteceu em março, porque sentiu vontade de voltar a morar com os pais.

O organizador de divórcios, Hiroki Terai, era vendedor antes de descobrir esse novo filão. Disse que os negócios melhoraram muito depois do terremoto e as pessoas estão procurando essas cerimônias para terminar as relações de forma amigável.

As tragédias, como o terremoto e o tsunami, fizeram muitos japoneses repensarem suas vidas, principalmente quando se trata de relacionamentos. Se muitos terminaram casamentos que vinham patinando, um número ainda maior percebeu que, se é terrível passar por uma tragédia, pior ainda sozinho.

Segundo agências de relacionamento, a procura por um parceiro aumentou em 36% entre as mulheres e 26% entre os homens. O número de casamentos cresceu 20%.

*As informações acima retirei do site http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/07/festa-para-celebrar-o-divorcio-ganha-popularidade-no-japao.html através de pesquisa na internet.
Esse post foi publicado em A Festa (O Que Servir?/Música/Lembrancinha/Decoração/etc) e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s